Professora Deirdre Nansen McCloskey

Imagino que, assim como eu, muitas de nós transgêneras sentimos — em diferentes graus — pressões sociais que vão de encontro à nossa identificação e à nossa maneira de compreender os gêneros. Tais pressões podem variar de acordo com o grau de percepção da condição transgênera pelos outros, com o tipo de ocasião ou com o nível de ignorância do(s) agressor(es), e podem ser tão sutis quanto uma piada ou tão graves quanto o estupro e o assassinato. Por isso a importância de se conhecer alguém como a professora Deirdre Nansen McCloskey, economista e historiadora econômica.

Deirdre foi, até 1995, Donald. Então já uma renomada economista — tendo trabalhado com o Nobel Milton Friedman, por exemplo –, decidiu passar pelo longo processo de transição de gênero. Sua carreira acadêmica, que ela dava por acabada depois de se tornar mulher, continuou. E ela comenta justamente sobre isso no vídeo abaixo, sobre como sua vida acadêmica se alterou após a transição. Além de tratar de muitos outros assuntos, ligados ou não à transgeneridade, como por exemplo o princípio que deve reger tais escolhas (a livre escolha, simplesmente), o difícil histórico de homossexuais e transgêneros de sua juventude (nos anos 50), e o papel problemático que psiquiatras podem ter na sociedade. Vale muito a pena (infelizmente, tem que ter o inglês bom, se tiver um tempinho faço uma transcrição-tradução).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s