O caminho transgênero (08) – Para a família e amigxs

Se umx amigx ou parente lhe contou ser uma pessoa transgênera, você pode estar pensando em como reagir. Todas as pessoas o fazem à sua maneira, de acordo com seus conhecimentos e experiências. Muitas ficam confusas e têm questões, outras se sentem aliviadas por saber o que se passava pela cabeça de alguém queridx, e algumas se magoam por não terem sabido disso antes. É possível que você sinta uma mescla de todas essas emoções, ou outras mais. Ou, ainda, você pode sequer compreender exatamente o que está sentindo.

Independentemente de como você esteja se sentindo, é importante, caso possível, assegurar à pessoa que lhe contou algo tão íntimo que seus sentimentos por ela não desapareceram repentinamente. Deixe claro que você tentará seu melhor para apoiá-la durante o processo adiante. Não há problemas, tampouco, em dizer que levará um certo tempo para se ajustar. Seja honestx com ela se tiver questões que gostaria de lhe perguntar, sabendo que ela também teve suas dúvidas internas a esclarecer durante o processo de descoberta.

Caso você se sinta constrangidx em fazer certas perguntas, poderá encontrar recursos e informações em outros lugares. Grupos de apoio — online ou em várias cidades pelo país — podem lhe ajudar a encontrar as respostas. Há, também, diversos livros e sites com informações variadas, e ao final desta série alguns recursos e respostas a perguntas frequentes são apresentadas.

Em última instância, saber que você se importa é uma das coisas mais valiosas para a pessoa que decide lhe contar algo tão íntimo e invisibilizado pela sociedade.

Uma nota para pais de crianças transgêneras ou em processo de questionamento de gênero [1]

Se por um lado várias pessoas transgêneras só compreendem sua identidade de gênero quando adultas, há muitas que lidam com esta questão desde a infância. Se você está lendo esta série, significa que já está a caminho de criar um ambiente positivo e de apoio à seua filhx.

É importante permitir às crianças que explorem seus gêneros sem tentativas de mudar ou influenciar suas expressões de gênero em determinada direção. Pode haver circunstâncias em que isso será uma tarefa difícil — se, por exemplo, seua filhx se recusa a vestir o uniforme escolar designado ao seu sexo socialmente percebido-inferido.

Mesmo que você não tenha condições de realizar o desejo de seua filhx em todos os momentos, é possível ir além de negações simplistas: converse com a criança para avaliar o quanto estas questões lhe são importantes. Pode ser interessante conversar com a diretoria escolar para encontrar soluções.

Muitos pais também buscam acompanhamento psicológico com suas crianças. Porém, é fundamental dizer a elas que não há nada de errado com elas, caso se decida que o acompanhamento é necessário. Procurar por umx terapeuta com experiência em questões de gênero na infância também é recomendável.

Acima de tudo, reitere a seua filhx que as diferenças devem ser celebradas e que x ama independentemente de qualquer coisa. A aceitação da diversidade é um valor importante para todas as crianças — e para pessoas adultas também.

Há, também, recursos específicos e grupos de apoio para pais de pessoas transgêneras à disposição [2]. Um grupo que pode servir de apoio, embora direcionado principalmente às questões das sexualidades, é o Grupo de Pais de Homossexuais (dica do simpaticíssimo Tatá).

Notas

[1]- não seríamos todxs, cis e transgênerxs, sujeitxs ao processo de questionar-constituir gênero? Ou seriam as pessoas cisgêneras ligadas a seus carrinhos e bonecas e bolas de gude e casinhas a partir do nascimento, e de maneira 100% cis-adequada? E quando mudam as expectativas sociais de gênero, mudam estas ligações ‘naturais’?

[2]- desconheço tais recursos ou grupos de apoio específico a pessoas transgêneras no Brasil, ou em português. Caso saibam de algum, avisem que adiciono. (vou pesquisar também)

Anúncios

2 comentários em “O caminho transgênero (08) – Para a família e amigxs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s