Rascunho: Desperto

Acordou desapontado com o fim do vazio confortável do sono. Embora as condições materiais nunca fossem as mais propícias para sua constituição — colchões finos e estrados toscos podem ser, diz-se, piores que o instintivo chão –, houve naquela noite um esforço mental incomum para esquecer tudo, para entregar-se ao nada daquela madrugada tão triste. Justamente por isso o despertar incomodava: tudo lhe voltou à mente num instante, trazendo choro seco e silencioso.

Levantou-se da esquisita cama, viu um copo com água na mesinha da sala ao lado. Decidiu tomar um banho antes de sair, embora não fosse seu costume. Ele, menino do mar, …

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s