Notas de aniversário (19-06-2015)

Saber que existimos e somos relevantes, de alguma forma, na vida, felicidade e lutas de outras pessoas é um sentimento muito valioso.

E, por isto mesmo, meu maior desejo neste novo ano é que saibamos expressar, cada vez melhor, nossas alegrias, confortos e fortalezas em podermos sentir nossas presenças entre nós.

Para que sejamos mais.
Mais abaixo, mais a esquerdas, em mais autonomias.

Queria escrever uma mensagem por conta de tantas boas mensagens recebidas, tantos afagos… acabaram-me saindo notas um pouco esparsas. Um abraço grande a todas as pessoas… ❤

= = =

Ladeira Conceição da Praia - Salvador (BA)

Ladeira Conceição da Praia – Salvador (BA)

= = =
De projetos, trabalhos, ideias:

Agradeço pela confiança das pessoas que têm compartilhado e se afetado, de alguma maneira, com meu trabalho e minhas ideias — são realizações sempre coletivas, conjuntas, por menos que notemos. Peço desculpas, também, pelas minhas insuficiências e desorganizações, em especial neste período recente: sinto que muitas coisas ainda estão sendo processadas por mim, especialmente no que se relaciona a este processo de ‘transição de gênero’. Pouco a pouco, vou me sentindo mais segura, e isso se deve à força de tantas pessoas… que eu consiga retribuir e ampliar estas forças adiante.

= = =
De precariedades:

Que, verdadeiramente, re+conheçamos
que a definição do bom implica na definição do mau
e a do normal, do anormal.
E que compreendamos a multiplicidade de
caminhos, lutas, possibilidades.
Sem intersecionarmos nossas diversidades corporais,
sem reconhecermos e celebrarmos nossas im+possibilidades,
sem desconstruirmos os produtivismos e rankings,
Não caberão muitos mundos em nosso mundo.
Este não caber é demasiado doloroso, injusto.

‘Cos I’n’I no expect to be justified
by the laws of men – by the laws of men.
(Bob Marley – So much things to say)
https://www.youtube.com/watch?v=7iBZVCoGcn4#

= = =
De diversidades:

=> desaprender, refazer as maneiras através das quais percebemos nossas corpas, e outras corpas.

=> que o se deixar afetar pelas diversidades seja tanto (1) um convite à autorreflexão quanto à compreensão crítica dos cistemas. Em aproximações e des+aprendizados afetivos, em diálogos, com perspectivas outras em suas formas de viver e compreensões, tentando imaginar outras configurações de poder e autonomia possíveis.

Precisamos reconhecer autonomias, autodefinições, autodeterminações econômicas e políticas.

= = =
De reconhecimentos:

Fico feliz, maravilhada, e fortalecida quando me percebo querida, reconhecida e mesmo admirada por pessoas de tanta recíproca admiração e carinho meus. Em um mundo que jorra vergonha, escárnio e ódio contra corpos e gêneros inconformes a cisnormatividades, contra parte daquilo que somos — mulheres trans, travestis –, é uma alegria imensa sentir tantos carinhos e solidariedades.

Seguimos. Seguimos!

Se hoje implico meu corpo e minhas perspectivas de identidade de gênero em minhas escritas;
se hoje escrevo o que escrevo, com as aberturas e fluxos que saem de tudo que sou;
é porque me inspiro e sou, também,
viável somente na confluência de nossas marginalidades,
de nossas diferenças, de nossas solidariedades.

Seguimos. Seguimos!

Ainda percebo, com evidência, que as lutas
contra vergonhas e culpas internalizadas
contra sabotagens e silêncios contra si própria
seguem sendo necessárias.
Portanto: a grandeza e importância de nossos amores
seguem imensuráveis, seguem fontes de conhecimento,
seguem necessárias ao desmantelamento dos cistemas
Em nós e ao redor de nós.

Seguimos. Seguimos!

Que eu possa me expressar melhor, a cada dia,
nos amores que tenho comigo,
em pensamentos, presenças, carinhos.
Rexistências.
Gratidão por tantas forças, tantos bem-quereres.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s